h1

Prémio Lemniscata

7 de Julho de 2009

LemniscataO Livros [s]em Critério foi, graciosamente, distinguido com o Prémio Lemniscata pela Dobra dos Olhos, de Joana Matos Frias.

O selo deste prémio foi criado a pensar nos blogs que demonstram talento, seja nas artes, nas letras, nas ciências, na poesia ou em qualquer outra área e que, com isso, enriquecem a blogosfera e a vida dos seus leitores.

Lemniscata: curva geométrica com a forma semelhante à de um 8; lugar geométrico dos pontos tais que o produto das distâncias a dois pontos fixos é constante. Lemniscato: ornado de fitas; do grego lemniskos, do latim, lemniscu; fita que pendia das coroas de louro destinadas aos vencedores. (in Dicionário da Língua Portuguesa, Porto Editora)

Fico, claro, muito orgulhoso por esta distinção, agradeço profundamente e devolvo-a também ao seu ponto de origem.

Hora de nomear os próximos, dizem-me. Tento desviar-me dos grandes e óbvios. Não que não lhes seja devido o prémio, antes porque me parece mais importante divulgar trabalhos meritórios com menos audiência. Esta é a minha desculpa para tal.

A Matriz dos Sonhos, de Gisela Rosa

Breve desplante, de José S.

Manchas, de Luís Mourão

Menina Limão, de Menina Limão

Nómada Onírico, de Bruno Sousa Villar

O Absurdo, de Eduarda Sousa

o homem que queria ser luís filipe cristóvão, de Luís Filipe Cristóvão

Tenham os nomeados em atenção que não faço questão que sigam as regras do prémio. Elas foram feitas para serem quebradas. Eu próprio aproveitei o momento para confessar a minha admiração por sítios dos quais ainda não tinha tido oportunidade de falar mas que mereciam visita atenta. Claro que visita atenta merecem todos os links que estão na barra lateral. Mas é preciso refrescar memórias.

Anúncios

5 comentários

  1. Procurei um e-mail para lhe agradecer. Não encontrei, mas deixo aqui a nota. Muito obrigado e um abraço.


  2. Obrigada 😉 És um querido.

    Beijinho


  3. José, não tem nada que agradecer. O e-mail está na página que diz “contactos”, debaixo do título. Um abraço.

    Eduarda, não há motivo para agradecimentos. Só tenho pena de não ver o absurdo com mais movimento 😉 beijo*


  4. O meu talento para as ciências agradece. *


  5. Mais que merecido, menina limão.

    Cheers



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: